Conselho Curador da Fundação Cultural de Ituiutaba tem novo presidente

Em reunião realizada na noite desta quarta-feira, 17, o Conselho Curador da Fundação Cultural, presidida pelo presidente, professor José Moreira Filho, em Assembleia Geral Extraordinária elegeu a nova diretoria do órgão que tomará posse a partir do dia 1º de Janeiro de 2015, com um mandato de dois anos, podendo ser reconduzido pelo mesmo período.
Duas chapas concorreram: chapa 1 presidente – professora Adelaide Pajuaba Nehme chapa 2 – presidente – escritor Ênio Eustáquio Ferreira. Antes da votação ficou convencionado que o candidato perdedor ficaria como Vice-Presidente da chapa vencedora.
Ao final da votação saiu vitoriosa a chapa 2, liderada pelo atual presidente da ALAMI, Escritor, compositor, poeta e empresário, Enio Eustáquio Ferreira.
Na oportunidade, o presidente da Fundação Cultural, professor Francisco Roberto Rangel agradeceu ao professor Moreira que respondeu pela presidência do Conselho Curador por quatro anos, pelos relevantes serviços prestados a esse órgão de fiscalização da FCI. Agradeceu e cumprimentou também todos os conselheiros presentes nesta assembléia geral, que elegeu a nova diretoria do conselho, enaltecendo as qualidades intelectuais e culturais do presidente Ênio Eustáquio que tomará posse no dia 1º de janeiro de 2015, reconhecendo o seu amor pela cultura demonstrada como presidente da ALAMI, desejando que faça um excelente trabalho na presidência do conselho. Finalizando desejou a todos, votos de um Feliz Natal e Venturoso Ano Novo.

 
A diretoria eleita do Conselho Curador ficou assim constituída:
Presidente: Ênio Eustáquio Ferreira
Vice-Presidente: Adelaide Pajuaba Nehme
Secretário: Daniel Severino Oliveira
2º Secretário: Adriana Vilarinho de Oliveira Moura
Saiba mais sobre Ituiutaba, acesse: www.portalituiutaba.com.br
(Ituiutaba, 18 de dezembro de 2014).

Fundação Cultural entrega cesta de alimentos aos seus funcionários

Para celebrar com muita energia o Natal de Jesus Cristo que se aproxima a Fundação Cultural de Ituiutaba, seguindo a filosofia da atual administração, comandada pelo prefeito Luiz Pedro Correa do Carmo, confraternizou-se com seu pessoal na tarde da última terça-feira, 16, quando foi entregue no salão de recepção do Espaço Cultural Benedito Santana aos seus funcionários, aos integrantes da Banda de Musica José Castanheira, Banda Mirim Maestro Elias Antônio Daia, da Casa do Artesanato e Coral Municipal Abrão Calil Neto, uma cesta de alimento para que todos possam ter um Feliz Natal juntamente com as suas famílias.

???????????????????????????????
O presidente da FCI, professor Roberto Rangel esteve presente e participou da entrega das cestas e na oportunidade cumprimentou a todos pelas parcerias, pois segundo ele se não fosse à participação de cada um, a entidade que ele preside não tivesse realizado um trabalho tão profícuo como foi realizado nesse ano que se finda, pois foi graças à participação de todos é que se pode agora comemorar às vitórias conquistadas pela Fundação, valorizando acima de tudo a cultura no Município de Ituiutaba. Aproveitou para agradecer as entidades governamentais e as entidades representativas da sociedade ituiutabana pelas parcerias e endereçou a todos os votos de um Feliz Natal e Próspero Ano Novo.

 
Saiba mais sobre Ituiutaba, acesse: www.portalituiutaba.com.br
(Ituiutaba, 18 de dezembro de 2014)

Justiça de Ituiutaba premia Fundação Cultural, com a doação de recursos financeiros para aquisição de um veículo, pelos projetos sociais que desenvolve

A Fundação Cultural de Ituiutaba, dirigida pelo professor Francisco Roberto Rangel tem cumprido um papel importantíssimo, desde que ele assumiu o seu comando, a partir de 20 de janeiro de 2011, não só na área da cultura que envolve projetos de preservação patrimonial, literários, musicais, de danças, teatro, artes marciais, ginásticas, mas, sobretudo, na área social procurando oferecer dessa forma uma melhor opção de vida às crianças e adolescentes, que frequentam às oficinas do Espaço Cultural Benedito Santana nesses quatro anos, sob sua direção.
Todo esse esforço está sendo recompensado, pois teve o reconhecimento da Justiça de Ituiutaba, graças à sensibilidade do juiz de direito, Dr. Marcos José Vedovotto, com a doação de recursos financeiros para aquisição de um carro, pelos projetos de alcance social que a entidade sob seu comando tem desenvolvido. Coroando assim, a busca incessante que o professor Rangel tem desenvolvido no sentido de engrandecer a entidade que dirige, mas de uma forma especial, a valorização do ser humano e de seu patrimônio cultural que integra os projetos desenvolvidos pela Fundação Cultural.

 
Projetos importantes que contribuíram para essa premiação: levantamento e registro de seus sítios arqueológicos; Banda Mirim Maestro Elias Antônio Daia, que abriga quarenta crianças e adolescentes, em risco social, que além de receber oficina de música, recebe também toda orientação psicopedagógica, e o acompanhamento permanente do maestro Sandro Aparecido Santos, que busca e leva essas crianças nós dias de oficina. Outros projetos que contribuíram decisivamente para essa premiação foram: Projeto Educar (valorização e preservação dos bens públicos e históricos do município); Arte na Comunidade e Arte na Comunidade 2, envolvendo crianças e adolescentes que estudam nas escolas municipais do ensino fundamental de 3º, 4º e 5º anos, com a apresentação de peças teatrais e contação de histórias, despertando essas crianças para a leitura e imaginação.

 
A entrega do envelope com os recursos financeiros no valor de R$ 30.000,00 para aquisição do veículo aconteceu nesta terça-feira, às 13hs, em solenidade bastante concorrida no Palácio da Justiça, Fórum Newton Luz que contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Pedro Carlos Bittencourt Marcondes; do prefeito Luiz Pedro Correa do Carmo; da primeira dama, Sônia Maria Correa do Carmo; dos juízes da Comarca de Ituiutaba; do presidente da Fundação Cultural, professor Francisco Roberto Rangel; de inúmeros advogados e representantes de várias entidades beneficiadas nesse projeto da Justiça local, dentre outros.
Na oportunidade um representante do Tribunal de Justiça de Minas Gerais passou às mãos do presidente da Fundação, professor Roberto Rangel um envelope com um cheque com os referidos recursos financeiros.
Saiba mais sobre Ituiutaba, acesse: www.portalituiutaba.com.br
(Ituiutaba, 17 de dezembro de 2014).

Natal todo dia

Como canta o Roupa Nova, na sua mensagem de Natal: “Se a gente é capaz de espalhar alegria, se a gente é capaz de toda essa magia, eu tenho certeza que a gente podia fazer com que fosse Natal todo dia.”

É claro que podíamos. Podíamos sim, deixar de esperar o Natal para cumprimentar um amigo, para dar aquele abraço sincero no vizinho, aquele beijo afetuoso no pai, beijar a mão da mãe pedindo sua bênção, sorrir para o atendente de uma repartição qualquer, ser solidário com o colega de trabalho que se perdeu em uma determinada tarefa. Tudo isso nós podemos, pois somos filhos de Deus feitos à Sua imagem.
Porém, para isso se tornar prática, seria preciso que aprendêssemos algumas coisas. Seria preciso trocarmos a indiferença pela atenção, o preconceito pela aceitação, a ganância pelo dasapego, o materialismo pelo espiritual, o presente caro pelo sincero voto de paz e prosperidade.
O aniversariante é Jesus e nós enchemos de presentes as pessoas e nem nos damos o trabalho de saber que presente Ele gostaria de receber. Embora não seja difícil descobrir. Imagino que Ele ficaria presenteado, se atendêssemos o seu eterno pedido: “amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei.” Mas para dar-Lhe esse presente seria preciso que nossa alma não descansasse, enquanto uma criança no mundo estiver morrendo de fome, enquanto um mendigo estiver morrendo de frio nas ruas, enquanto uma única pessoa estiver morrendo nas filas de espera por uma cirurgia, enquanto milhares de inocentes estiverem morrendo em estúpidas guerras fratricidas, por conta de um maníaco, como temos testemunhado os horrores na Síria. A guerra civil na Síria dura mais de três anos e já deixou mais de dois milhões de refugiados, segundo a ONU. O número de mortos no conflito passa de 130 mil. EUA, França e Grã-Bretanha concluíram que o governo de Assad foi o autor do massacre de 21 de agosto de 2013, que deixou 1.429 mortos, sendo 426 crianças.
Assim, como vivemos, não há como dar presente ao aniversariante. O nosso caixa está zerado, faltam recursos para um presente tão simples, mas de um valor tão alto para a nossa capacidade. Resta-nos então pedir misericórdia ao Pai e demonstrar pelo menos boa vontade para granjear a ajuda celeste.

 
José Moreira Filho
WWW.josemoreirafilho.com.br

CP: HD – FCI/ALAMI – dezembro/2014

Natal Bendito

Tempo dos adornos, dos enfeites, das luzes… Dos abraços, das confraternizações, dos presentes, e da expressiva euforia… Época em que se vislumbra um universo muito diferente… Mais alegre, mais humano, mais divino, mais belo, mais tudo… Época também de se iluminar corações, de se maquiar internamente… De se despir de sentimentos negativos, e partilhar com todos, a felicidade e a leveza com características das comemorações. Época dos presépios até humanizados, com retratações remotas e sagradas. Lares aconchegantes, ambientes angelicais, musicais significativos com vibrações positivas referentes às festividades natalinas. Na realidade tocam os corações… Todo dia deveria ser “Dia de Natal” para todos, sem exceção . Seria mais real, mais objetivo. Todos aqueles que são lembrados com carinho nessa data, não seriam esquecidos jamais… Tudo cairia nas proporções necessárias para a felicidade da humanidade… E seriam atendidas as súplicas do ANIVERSARIANTE… Infelizmente não é…! As mudanças acontecem a seu tempo; vamos aguardar… O milagre natalino que se instala nesse período, é o desejo de todos pela felicidade também de todos, algo edificante… Época em que os vários sentimentos, até imaginários, se transformam em palavras, em gestos, atitudes em ações… Comunicação afetiva, regadas à emoção, à sensibilidade, dando mostras da alegria e da felicidade reinante…
A sociedade de consumo, favorece ao comércio e a economia; o abraço fraterno, os sentimentos verdadeiros favorecem o bem estar comum, e auto realização. Fazer o outro feliz é se auto valorizar… Muito gratificante… Segundo Vinícius “para isso fomos feitos, para lembrar e ser lembrado, para chorar e fazer chorar”; às vezes até de alegria. Demócrito diz: Não se aflija com o que lhe falta; alegre-se com o que possui… É necessário amar sempre, pois “uma gota de amor, derruba muralhas do ódio”. Felizmente há pessoas que possuem um sol reluzente em seu interior, e grande facilidade para iluminar os outros… Não se abalam com furacões, trovoadas e muito menos com imaginários. Temos de crer que Deus há de transformar a vida dos que sofrem… ELE é a única bússola para a vida dos seres humanos. Claro que há de se confiar, pois ELE trabalha diuturnamente, em favor dos que O procuram e Nele crêem… Deus sempre esteve, está e estará no controle de tudo… O que representa para muitos, tranquilidade absoluta. Que tenhamos todos, Feliz e Santo Natal, animado pela alegria contagiante, pelo nascimento do Salvador… Muita paz, saúde, solidariedade e felicidades…!

 
Adelaide Pajuaba Nehme . Acadêmica da ALAMI
CP: HD – FCI/ALAMI – dezembro/2014

O dia do pensamento crítico

Whisner Fraga é escritor. Contato: wf@whisnerfraga.com.br

 

Descobri recentemente, graças a um amigo, que, quando dizemos que Fulano é gay assumido, estamos sendo preconceituosos. A que ponto chega nossa ignorância a respeito de tudo! Sim, depois de refletir um pouco, concluí que ele tinha razão. Ora, um heterossexual precisa assumir, para quem quer que seja, sua sexualidade? Não, claro que não. Alguém já viu um homem se apresentar a qualquer pessoa assim: oi, sou hetero e você? Eu nunca.
E, depois, não basta o íntimo para a pessoa e, principalmente, se sentir bem com sua condição? Digo que, se bem resolvido, por que alguém tem de anunciar suas preferências sexuais? Claro que essa ideia é alimentada um pouco por nossa curiosidade. Quem nunca quis saber se determinada pessoa é gay ou não? E a curiosidade, todos sabemos, é um bicho que nos leva a fazer cada coisa sem sentido!
Precisamos nos educar e o caminho para a educação, sem dúvida, é a reflexão. Se continuarmos a difundir chavões, o mundo engolirá e depois vomitará esses chavões. É preciso ruminar, questionar. Assim, todos podem concluir que essa história de “Dia do orgulho hetero” é a maior bobagem de que se tem notícia. Sujeitos como o Bolsonaro, que lançam ideias desse naipe, querem é palco e holofote. Pior que muita gente cai e acho que é por isso que existem tantas celebridades nesse mundo pequeno e bobo.
Não entendo por que não questionam o “Dia dos pais” e o “Dia dos namorados”, por exemplo. Seria muito mais produtivo descobrir que essas datas servem exclusivamente para alavancar o consumismo em épocas do ano que normalmente não se venderia nem geladeira para pinguim. Aí uma meia dúzia de sujeitos acha importante a criação do “Dia do orgulho hetero”. De uma vez por todas: O Dia Internacional do Orgulho Gay é importante porque nos lembra que os homossexuais ainda são alvos de preconceito, de violência, de ataques que têm origem na ignorância e intolerância. Sugiro que os curiosos deem uma sobre a Rebelião de Stonewall, que originou a coisa toda.
O hetero não é alvo, por sua condição sexual, de nenhum tipo de prejulgamento. Ou alguém já ouviu outra pessoa se escandalizar porque Sicrano é heterossexual? O mesmo vale para o absurdo de se criar um “Dia da consciência branca”. Ora, historicamente todos sabem que o branco sempre oprimiu o negro, que o branco escravizou o negro, que o branco usurpou o trabalho do negro. Assim, o que deve ser lembrado é isso: que o negro sempre foi injustiçado e a existência do “Dia da consciência negra” se deve a isso.
Em meio a tantas efemérides, que nossos políticos se gabam de criar, sugiro que seja idealizada mais uma, essa sim de suma importância para o desenvolvimento de nosso povo: O dia da reflexão e do pensamento crítico.

 
CP: HD – FCI/ALAMI – dezembro/2014

“Os Aforismos do Ciberpajé Edgar Franco “(45)

Fotografias glamourosas de meninos em favelas, ou desnutridos na

África subsaariana, filmes de arte documentando a pobreza, desenhos e
pinturas de mendigos estampando bienais e exposições em galerias
elitistas. É sempre assim, pseudo-intelectuais e pseudo-artistas
adoram estetizar a miséria alheia enquanto vivem suas vidinhas
burguesas. A miséria de seus corações e almas suplanta de longe a
miséria dos corpos que retratam. (Ciberpajé)
*
As pessoas inocentemente acreditam que os seres extraterrestres, ou
extradimensionais, serão como espelhos, semelhantes a nós. Com isso
perdem a chance de se comunicarem com esses seres, que inevitavelmente
cruzam por seus caminhos inúmeras vezes. Eles estão aqui, abra seus
perceptos, destrua suas expectativas, quebre seus espelhos e
experiencie-os. (Ciberpajé)
(Ciberpajé)
*
Você pensa muito no futuro? Fica analisando possibilidades do que vai
acontecer daqui a pouco, amanhã, no mês que vem, dez anos adiante, na
velhice? Você não consegue dormir direito, tem insônia pensando nos
compromissos do próximo dia?Você sofre de uma doença grave, pode ser
diagnosticado como um adicto do futuro, e a ansiedade que sente hoje
inevitavelmente se tornará síndrome do pânico depois de uma overdose
de futuro. Viva o seu agora intensamente, não ocupe sua mente com
aquilo que é impossível prever, controlar. Liberte-se! (Ciberpajé)
*
Muito cuidado se você é um viciado em passado que fica revisando
traumas, ou é nostálgico de bons momentos. Esse vício te levará
inevitavelmente à overdose chamada DEPRESSÃO! Se foi bom, ou se foi
mau, enterre o seu passado! (Ciberpajé)
*
Ser é saber desvanecer para renaScER. (Ciberpajé)
*
Edgar Franco é Ciberpajé, artista transmídia, pós-doutor em artes pela
UnB, doutor em artes pela USP, mestre em multimeios pela Unicamp e
professor do Programa de Doutorado em Arte e Cultura Visual da UFG.
Acadêmico da ALAMI, possui obras premiadas nas áreas de arte e
tecnologia, performance e histórias em quadrinhos

 
CP: HD – FCI/ALMI – dezembro/2014

Professores de dança da Fundação Cultural participam de Workshop de Zumba em Uberlândia

Os professores de dança da Fundação Cultural/Espaço Cultural Benedito Santana, Everson Araujo e Daniela estarão participando neste sábado, 13, de um Workshop de Zumba, no Praia Clube, na cidade de Uberlândia. Segundo os dançarinos o objetivo de suas participações no referido workshop e melhor entender a metodologia dessa dança que contagia seus adeptos no mundo inteiro.
O professor Everson disse que o motivo principal de sua participação e de sua companheira Daniela nesse workshop na cidade de Uberlândia é a qualificação, porque todo profissional tem a obrigação de se qualificar, ter conhecimento de cada estilo de dança, por isso neste sábado estarão das 8h às 18 horas participando de um workshop grande de Zumba.

Professor Everson Araújo em oficina de Zumba
Indagado se existe diferença em ensinar dançar Dança de Salão e ensinar dançar Zumba, ele disse que ambas seguem o mesmo padrão, o que existe são estilos diferentes de acordo com o movimento de cada corpo. E que para executar estilos diferentes, o professor tem que estar preparado para ensinar. Ministrar uma aula para um iniciante, para um deficiente visual ou para um cadeirante é preciso se qualificar, pois, quanto mais nos qualificamos, mais nos tornamos profissionais.
Sabemos que existe uma carência muito grande nessa área, em Ituiutaba, falta de professores de Zumba, e que diariamente várias pessoas procuram o Espaço Cultural querendo aprender essa dança que hoje é praticada nos principais salões de dança das Américas. A partir de quando as pessoas interessadas em praticar esse tipo de dança poderão fazer suas matriculas no Espaço Cultural?
“Olha, a partir de 2015, nós estaremos anunciando os dias e horários dessas oficinas para que as pessoas interessadas de todas as idades, em aprender a praticar Zumba possam fazer suas inscrições, no Espaço Cultural Benedito Santana, da Fundação Cultural de Ituiutaba. É só aguardar, pois o Ano Novo está chegando”, disse o professor Everson.

 

 

Bandas de música da Fundação Cultural de Ituiutaba animam o Natal

Com o aproximar do Natal, a Fundação Cultural programou para o final desta semana e para a semana que vem a apresentação de suas duas Bandas de Musica: José Castanheira e Mirim Elias Antônio Daia, alusivas a maior festa da cristandade universal.
Teremos a partir deste domingo e terça-feira, dias 14 e 16/12, às 20h na Praça da Prefeitura (Cônego Ângelo) a apresentação da Banda Municipal José Castanheira, sob a batuta do maestro José Luiz.

Banda Municipal José Castanheira
No dia 21/12, no último domingo antes do Natal, a Banda Municipal José Castanheira, novamente brinda à população, com lindos dobrados, musica popular brasileira e músicas natalinas, se apresentando mais uma vez na Praça da Prefeitura.
Desta programação teremos também à apresentação da Banda Mirim, Maestro Elias Antônio Daia, sob o comando do Maestro Sandro Aparecido Santos Lima, com duas apresentações: dia 19/12, às 20h na Praça Cônego Ângelo (Praça da Prefeitura) e dia 23/12, também às 20h no Calçadão da Av. 15.

 
A Fundação Cultural, por seu presidente, professor Francisco Roberto Rangel está convidando às família desta cidade para prestigiarem os talentos da terra, que tem brilhado onde se apresentam.

Conselho Curador da Fundação Cultural de Ituiutaba promoveu encontro de confraternização

A exemplo do que tem acontecido a partir da condução do professor José Moreira Filho, na presidência do Conselho Curador, da Fundação Cultural de Ituiutaba, entidade dirigida pelo professor Francisco Roberto Rangel, a partir de 2011, ao aproximar o Natal, o conselho tem se confraternizado num gesto de fraternidade para lembrar a maior data que a humanidade comemora, o Natal do Menino Jesus, o Salvador da humanidade.

Conselheiros reunidos, ao centro a Luz - tema do encontro
No encontro desse ano, a exemplo dos anteriores, contou com a presença do presidente da entidade, professor Roberto Rangel, do presidente do Conselho Curador, professor José Moreira Filho, da secretária de Educação, Esporte e Lazer, Lazara Maria A. M. de Souza e dos Conselheiros da entidade, constituída por vários seguimentos da sociedade. No encontro desse ano foi escolhido um tema para marcar a presença milenar de Jesus Cristo entre nós, a mais de dois mil anos. Tema: “Comunicação da Luz”.

E nesse tema foi escolhida uma frase marcante, distribuída em um envelope a todos os conselheiros presentes, acompanhados de suas esposas, esposos ou namoradas. Frase: “Falando novamente ao povo, Jesus disse: “Eu sou a luz do Mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida” (João 8:12). Nessa frase distribuída a todos os presentes veio contida uma palavra que serviu como guia durante todo encontro. Exemplo: Deus, Amor, Humanidade, Palavra, Mãe, Pai, Comunidade, dentre outras.
Após a distribuição dos envelopes, os conselheiros foram orientados a abri-los e dizer a palavra contida nele, um a um, e fazer um comentário sobre a importância dela no dia a dia da humanidade.
O Ponto alto do encontro foi quando foi distribuído pelo presidente do conselho, professor Moreira, um cálice de vinho e um pedaço de pão, para marcar simbolicamente a Santa Ceia que Jesus proporcionou a seus discípulos, marcando daquela forma, a partir de sua realização, a posição do Messias diante dos pecados do mundo.
Para os presentes, o encontro desse ano superou em conteúdos os encontros realizados nos anos anteriores, pois deixou marcado para sempre, mais do que nunca, a importância de Jesus Cristo na vida da humanidade, hoje tão cheia de conflitos.